Por que pessoas odeiam dentistas?

Há muito tempo existe na sociedade uma certa resistência a nossa profissão por parte dos pacientes. Tem muita gente por ai que odeia o dentista não entendo por que. As redes sociais somente tem ampliado ou amplificado essa questão. Fazendo uma busca pela hasttag #odeiodentista no twitter podemos ver alguns resultados.

 

odeio dentista

Hasttag #odeiodentista no Twitter

Fui mais fundo e fiz uma busca pelo mesmo termo só mudando a categoria dos profissionais de Dentistas para nossos colegas  Médicos, e tive o impressionante retorno:

Odeio médicos?

Resultado para a Hastag #odeiomedicos = ZERO

Aí comecei a perguntar por que tanto ódio nesses coraçõezinhos? :(

Um ótimo artigo sobre o tema foi escrito pela Ana Tokus no site Medo de dentista (leia aqui). Nossa enfoque aqui será exatamente sugestões para você enquanto dentista alterar essa percepção em seus pacientes e por que não dizer na população em geral. Como diz a Ana com muita propriedade o que as pessoas odeiam são os esterótipos e eles devem ser combatidos a todo custo pela nossa classe.

Fiz uma pequena lista de motivos por que as pessoas Odeiam a nós os pobres Dentistas:

  1. O medo de anestesia. O medo das agulhas e “injeções” é enorme para algumas pessoas e esse é um dos maiores motivos de fobia em nossos pacientes. Quantas vezes você já não escutou uma mãe ou pai dizendo para a criança que se ela não se
    anestesia de dentista

    A anestesia - Presente nos medos coletivos.

    comportar vai levá-la ao dentista para tomar uma injeção. Lógico que de alguns anos para cá isso tem diminuído, o dentista tem mudado sua imagem, mas ainda não é tão incomum alguém falar algo do gênero, infelizmente. Logo esse é  um dos Top 10 medo das crianças (e que se perpertuam nos adultos). Atualmente existem procedimentos minimamente invasivos que podem ser feitos com muita tranquilidade sem causar dor e sem anestesia. Divulgue isso já na primeira consulta. O limiar de dor de cada paciente é diferente, logo converse com seu paciente e tente chegar ao um ponto crítico onde a anestesia realmente seja necessário. Deixar o paciente sentir dor não é nosso objetivo nunca, mas também não vale a pena já ir anestesiando até pra fazer anamnese :) ( calma pessoal é só uma figura de linguagem).

  2. Dor – “Será que vai doer?” Quantas vezes você, nobre colega escuta essa frase por dia? Essa é a Top 100 das pergunta na mente de todos os pacientes, Verdade ou mentira? Sempre que se sentam em uma cadeira odontológica é a primeira de todas as perguntas feitas e é facilmente o motivo mais comum que as pessoas odeiem os dentistas. A odontologia deve ser confortável e fácil. Todo mundo odeia a dor , e se você já sofreu dor de dente, você sabe como ele pode ser terrivel. Essa é a razão por que tantas pessoas associam dentistas com dor. A dor de dente é associada inconscientemente ( e coletivamente ao dentista) como se ele fosse o culpado. Infelizmente não temos um aparelhinho que mostre ao paciente a intensidade de uma dor de dentes, seria bem legal para ele NUNCA esquecer de escovar os dentes, passar fio dental etc. Como não temos ainda essa maravilhosa tecnologia, devemos instruir nossos pacientes quanto a prevenção, cuidados de higiene bucal e seus retornos periódicos a nosso consultório. A melhor maneira ainda de não sentir uma terrível dor de dentes é cuidar dos coitadinhos.
  3. Ansiedade – é a sensação de medo e apreensão geral, antes e durante uma consulta. Ansiedade, ânsia ou nervosismo é uma característica biológica do ser humano, que antecede momentos de perigo real ou imaginário, marcada por sensações corporais desagradáveis, tais como uma sensação de vazio no estômago, coração batendo rápido, medo intenso, aperto no tórax, transpiração etc. Pessoas ansiosas quando vão ao dentista mesmo para procedimentos que não envolvam não conseguem dormir bem na noite anterior a sua consulta. Eles odeiam se sentir tão ansiosas, mas não pode alterar isso. Atualmente na Odontologia a sedação consciente é uma ótima opção para reduzir a ansiedade. Os dentes são uma área vulnerável, sensível do seu corpo, assim a ameaça de dor de dente é muito real. Muitas pessoas sentiram  dor no dentista, no passado, e elas nunca mais querem sentir algo assim novamente. É por isso que controle adequado da dor é tão  importante, caso contrário a odontologia continuará a ser vista como uma especialidade ligada a brutalidade e os dentistas serão sempre desprezados por isso. A odontologia moderna deve ser confortável e fácil. Veja que nós enquanto dentistas, somos um pouco psicologos, conversar com seu paciente, criar uma relação de confiança, mostrar uma formação sólida e embasar seus procedimentos em conhecimentos realmente científicos vai confortar seu paciente. Lembre-se tudo que você fala hoje pode ser checado via Dr. Google e acredite seu paciente vai checar. Então a dica aqui é manter seu paciente confortavel com seu tratamento, confiando totalmente no que você irá fazer, seguro que esta é a melhor opção.
  4. A invasão – Nossos procedimentos dão a sensação ao paciente de invasão de um espaço que é dele, sua boca. Estamos bem dentro de sua boca realizando diversos procedimentos em sua gengiva, seus dentes etc sem que ele consiga enxergar nada do que fazemos. Isso pode definitivamente ser entendido como uma invasão de seu espaço pessoal. Se o dentista não é gentil e respeitoso nesses procedimentos, o paciente vai se sentir quase violado pela invasão da maioria dos procedimentos odontológicos, logo explique cuidadosamente tudo que você irá fazer antes, com certeza o paciente se sentirá mais seguro e confiante.
  5. As Broncas Os Conselhos (admoestações, palestras, duras, “chamadas na chincha”) - Bem chame como quiser, o paciente já se sinte culpado ou envergonhado sobre a sua situação dentária e saúde bucal como um todo, a última coisa que quer é

    "Tomar uma dura" não deixa ninguém feliz!!

    motivos para se sentir pior. Ele não precisa ser repreendido em sua primeira consulta, (tá bom ele precisa, mas tem que ser “na mãnha”, com jeitinho, como dizem). Se você já agride o paciente e lhe chama atenção  como se você fosse uma criança indefesa na hora que ele senta em sua cadeira e abre a boca, isso com certeza contribui para a criação de uma imagem ruim sua e da “profissão dentista. O fato de “ir ao dentista” já é uma experiência na maioria das vezes não muito agradável, quase que uma obrigação, um duro “encargo”.. Ai quando o paciente chega lá, toma a “maior dura”.. Bem com certeza isso gera uma sensação de que aquilo não é uma coisa muito legal. O paciente pensa assim: “Caramba eu to pagando a maior grana e ainda tomo umas duras dessas!” Conclusão: #Odeiodentista. Aqui fica uma dica para os colegas: Estamos cuidando de pessoas, seres humanos como nós, logo não se coloque acima dela. Demonstre seu conhecimento, mas de forma no mínimo pedagógica e educada. Nunca esqueça de que está tratando uma pessoa igual a você. Se um paciente está se trantando com você ele no minimo lhe acha competente, logo o que você precisa é ser lider. Mostrar para seu paciente o caminho correto para ter uma excelente saúde bucal, é sua função, mas existem vários caminhos para se chegar a isso, logo , vá com calma!

Enfim essas são, em meu entendimento, algumas razões por que existe esse “ódio por dentistas“, sua obrigação enquanto profissional da saúde é mudar essa visão, principalmente junto à seus pacientes. Então faça a sua parte: Trate bem seus pacientes, utilize uma linguagem adequada, seja paciente, humilde, respeitoso e sempre lembre-se que você está lidando com uma pessoa que tem seus próprios medos e inseguranças e que você pode ajudá-la a minimizar ou potencializar esses sentimentos.

E você em seu dia-a-dia de atendimento como lida com esse sentimento de “odeio dentista“?

Curta também nossa página no Facebook: http://www.facebook.com/marketingemodontologia

© Marcos Rocha - Quer publicar este post em seu blog, Jornal ou boletim? Sem problemas. Só não se esqueça de colocar um link apontando para www.marketingemodontologia.com.br e os créditos para o autor. Se possivel nos avise.


Precisando melhorar os seus resultados e definir melhor seus objetivos? Clique aqui e conheça nosso serviço de Coaching especialmente desenvolvido para Dentistas.


Quer melhorar o movimento e a gestão do seu consultório?Clique aqui e conheça nosso serviço de Consultoria em Marketing e Gestão para Área da Saúde.


Se você gostou deste Artigo deixe um comentário ou utilize o formulário abaixo para assinar gratuitamente e receber novos artigos em seu email e ainda ganhe o ebook "Manual para criar cartas personalizadas para seus pacientes".

Assine nosso Boletim Gratuitamente

* Necessário

3 thoughts on “Por que pessoas odeiam dentistas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>