Como ficar rico sendo dentista?

99 Flares Twitter 26 Facebook 73 Filament.io Made with Flare More Info'> 99 Flares ×

Bem tenho recebido alguns emails interessantes de dentistas, alguns recém formados outros nem tanto. Alguns colegas querem saber se dá pra ficar rico milionário sendo dentista, ou seja, dá para ser um Dentista Rico?

como ficar milionarioOs recém formados levam um choque quando saem da faculdade, perdem o PAItrocinio e tem que se virar nos trinta para pagar as contas. Alguns acham que vai ser “facinho” tirar “5 conto” por mês e comprar o carrinho carrão dos sonhos. Tenho uma péssima noticia para você, se é esse o seu pensamento no exato momento. Você está equivocado. Não totalmente, mas ligeiramente equivocado. Logo é bom repensar sua futura “vida de dentista” 🙂

Os récem formados  em odontologia vivem de esperança, mas e quem já está ralando faz algum tempo e a coisa não “vira”? Bem esse já caiu na real e algumas vezes se acomodou e chegou a conclusão (equivocada) que não vale a pena nem tentar (isso é o pior que você pode fazer por você mesmo).

Em um outro artigo que escrevi a muito , muito tempo atrás com o título: Dez dicas para ter sucesso em odontologia (e na vida!) eu dei algumas dicas interessantes. Mas nosso foco aqui hoje não é sucesso em odontologia e sim GRANA, BUFUNFA, CACAU, MONEY, COBRE ou chame lá do que quiser o dinheiro que vai lhe proporcionar tranquilidade para trabalhar ( muito com certeza!) mas poder fazer o seu horário e aproveitar a vida. Esse é o objetivo, ao menos para mim: Ganhar dinheiro e poder usufruir do conforto que o dinheiro me oferece.

Outro dia estava no banco e conversando com um atendente (acho que assistente de gerente, sei la!). O cara começou com um papo furado, como já sou macaco velho tenho uma certa experiência de vida, deixei ele continuar. Eu no Banco recebendo uma ordem de câmbio internacional e ele emendou no papo que estava ganhando muito dinheiro na internet, tinha um site que trabalhava para ele 24 horas , etc etc etc. Enfim estava ali (no banco) sentado atrás daquela mesa só para se distrair pelo que entendi! Quis me convencer a entrar para a sua pirâmide  o seu negócio, mas eu gentilmente recusei! Mas por que diabos estou lhe contando isso? Você deve estar se perguntando, certo? Por que em seu caminho, assim como no meu, como dentista ou mesmo como um simples mortal, você vai ser bombardeado por inúmeros “contos do vigário”. Na vida (que é só sua) você deve saber filtrar o que é bom, o que pode até ser razoável e deve ser tentado e o que você deve passar longe.

Sabe aquele rico dinheirinho que você ganha todo mês lá no seu consultório? Ele pode ir para vários lugares, aqui como no Big Brother, você decide!!!! Ele pode construir a sua felicidade ou pode lhe levar a ruína. Lembre-se:

“Sua riqueza nÃo depende de quanto vc ganha,
mas de quanto gasta ou do que faz com aquilo que ganha”

Gustavo Cerbasi

Se você ganha R$ 1.000,00 por mês e tem gastos de R$ 1.200,00, você já está 20% negativo, eita vida de dentista dura essa né não? E não se iluda com a balela de que ganha mal, ganha pouco, as despesas não conseguem ser pagas pelo que você ganha. Isso tudo é besteira. Viva com o que você ganha como menos do que você ganha e ponto. Pois se hoje você ganha R$ 1.000,00 e gasta R$ 1.200,00, acredite,  quando você ganhar R$ 10.000,00 vai gastar talvez R$ 15.000,00 ( ou 50% a mais do que ganha!!!)

Tem alguns livros interessantes que já li que me fizeram mudar alguns conceitos sobre educação financeira que deixo abaixo:

Alguns podem dizer que alguns dos livros acima são auto-ajuda e eu tenho que concordar, mas na vida tudo tem o lado bom e o lado ruim… Aproveite o que há de melhor e “jogue o bagaço” fora.

Por exemplo, os segredos da mente milionária tem muita dica legal, mas em meu entendimento tem umas coisas que não me servem, pois isso aplico só o que acho pertinente.

No caso do Pai rico, Pai pobre ele fala bastante sobre negociação com imóveis, mas as regras que ele cita são mais pertinentes aos EUA e acho que no Brasil a coisa funciona diferente.

Em como investir dinheiro o Rafael Seabra dá dicas de como criar e manter carteira de investimentos de sucesso. Vale a pena a leitura e re-leitura de vez em quando.

No livro Segredo do Sucesso Pessoal ( e profissional) você encontra dicas importantes e ferramentas de Coaching de como se portar e adquirir comportamentos que vão levar você a ser uma pessoa bem sucedida

Mas, como tudo na vida, esses livros são apenas alguns dos exemplos de leitura que serviram para abrir alguns horizontes no meu caso. Logo eu sugiro que você filtre o que for melhor para você e trace uma meta. Onde você quer estar daqui a 1 ano em termos financeiros? e 5 , 10 anos? Vai querer estar bem ou vai continuar patinando?

IMPORTANTE:  Não pense que só você mentalizando um mantra ( – Quero ser milionário, quero ser milionário. huummmmm quero ser milionário….)  que você vai ficar milionário, ou que o dinheiro vai começar a cair em seu colo ou em sua conta corrente. ESQUEÇA ! Você vai ter que continuar ralando e muito, por isso mãos a obra a partir de hoje!!!

Gosto muito de uma frase de Thomas Jeferson:

Eu acredito demais na sorte. E tenho constatado que, quanto mais duro eu trabalho, mais sorte eu tenho…”

Outra frase bem legal de Pablo Picasso:

“Sempre que a sorte bateu em minha porta, me encontrou trabalhando.”

Logo, não tem segredo para se ter sucesso e ser um dentista rico a não ser TRABALHAR E MUITO.

Ficam então algumas dicas que eu acho importante você considerar:

  1. Aproveite a maré de fartura que vivemos atualmente, mas que pode não durar para sempre. Veja a pindaíba e que a Europa e EUA está vivendo neste momento;
  2. Invista em sua carreira AGORA e aqui está incluído: Conhecimento, gestão de seu consultório, gestão de pessoas etc;
  3. Controle suas finanças, principalmente suas despesas;
  4. Procure investimentos que lhe tragam melhores retornos (Tesouro Direto é uma ótima opção, conhece?); Leia o e-book aprendendo a investir do Rafael Seabra ( clique aqui e conheça)
  5. invista no Longo prazo e fuja dos titulos de capitalização ( argh!!!);
  6. Fuja de:
    1. Gerentes de banco;
    2. cheque especial;
    3. financiamento de veículos com taxa zero % ( tudo mentira);
    4. e outros financiamentos de longo prazo com taxas abusivas;
  7. Não dê passos maiores que suas pernas podem aguentar (nem seu bolso!);
  8. Cobre um preço acima de seus custos em seu consultório (cuidado com tabelas de convênios); Sugiro a leitura do blog do Vitor Ribeiro sobre lucrar  mesmo atendendo convênios odontológicos
  9. Fuja de falsas promessas de enriquecimento rápido;
  10. Trabalhe duro!

Como bônus deixo para você dois outros livros bem interessantes sobre o nascimento de grandes empresas e a biografia de seus fundadores:

E também os clássicos da odontologia, mas que vale muito a pena deixar na cabeceira e dar uma lida SEMPRE (clique nos links e veja detalhes):

  • Capacitação em Administração e Marketing na Odontologia-Plinio Marcos Modaffore/Bernardino Marques De Figueiredo
  • Marketing e Vendas Para Dentistas – Estratégias e Ferramentas Práticas Para Seu Consultório – Heloísa Borges

  • Qual o seu Negócio em Odontologia? A Pergunta que não pode ficar sem Resposta-Ricardo Lenzi

  • Marketing na Odontologia – Estrategias para o Sucesso- Marcia Nana

Tá meio perdido(a) e precisar de uma forcinha para dar um “up” na sua vida profissional e pessoal veja nossa proposta de Coaching para Dentistas especialmente formulada conhecendo as dificuldades de nossa profissão? Quer saber mais? Clique aqui

Forte abraço e boa sorte em sua jornada rumo a se tornar um Dentista Rico

Marcos Rocha – Acreditando que você vai conseguir enriquecer 🙂


banner-7-passos


Já tem um consultório e está com dificuldades para crescer? Clique aqui e conheça nosso Programa START.

© Marcos Rocha - Quer publicar este post em seu blog, Jornal ou boletim? Sem problemas. Só não se esqueça de colocar um link apontando para www.marketingemodontologia.com.br e os créditos para o autor. Se possivel nos avise.


Precisando melhorar os seus resultados e definir melhor seus objetivos? Clique aqui e conheça nosso serviço de Coaching especialmente desenvolvido para Dentistas.


Quer melhorar o movimento e a gestão do seu consultório?Clique aqui e conheça nosso serviço de Consultoria em Marketing e Gestão para Área da Saúde.


Se você gostou deste Artigo deixe um comentário ou utilize o formulário abaixo para assinar gratuitamente e receber novos artigos em seu email e ainda ganhe o ebook "Manual para criar cartas personalizadas para seus pacientes".

Assine nosso Boletim Gratuitamente

* Necessário

55 thoughts on “Como ficar rico sendo dentista?

  1. Olá professor, gostaria de saber sua opinião a respeito do financiamento do curso de odontologia pelo FIES, já possuo uma graduação em outra área, mas sempre quis Odonto tenho 22 anos.

    Espero que me responda, abraço! ^^

  2. Olá Marcos Rocha,
    Nesse comentário quero deixar minha satisfação em ter chegado a essa página, pois apesar de não ter clicado em nenhum dos links(ainda, pois vou abrir todos e procurar os livros, alguns já tinha visto), mim deixou mais ativo(esperto, com o futuro) em relação a odontologia. Sou aluno do terceiro período de odonto da UERN, entrei logo após terminar o ensino médio (entrei atrasado por causa de greve) e tenho 20 anos. Também sou técnico em informática e mim interesso muito por marketing, meu sonho na verdade é empreender e vou buscar alternativas na área, queria dicas suas para eu já começar a botar em prática mesmo ainda estando cursando (crio um site, estudo para concursos, crio páginas, mim auto divulgo nas redes sociais discretamente…) como firmar uma imagem mesmo há 4 anos para concluir a graduação, pensando ainda em escolher uma especialização… pois sobre o curso tenho certeza que fiz a escolha certa, não importa que esteja desvalorizado, quero ser prova que é possível se destacar e cobrar equivalente ao conhecimento. No entanto o outro foco do comentário é esse: como posso utilizar disso para vender algo? que recursos preciso utilizar para empreender na área, quais cursos preciso fazer, o quanto realmente eu tenho que ser bom? Tudo que falei e perguntei vou buscar aprimorar nos próximos meses, por isso queria dicas!

    Um Abraço!

  3. Olá Professor.
    Estou na dúvida se curso odonto, pois estou com medo de não conseguir um bo m retorno financeiro e uma vida confortável após formada.

      • muito interessante seu artigo.
        meu nome é gustavo sou dentista há 3 anos moro em uma cidade bem pequena com 4.000 habitantes, no interior de minas. tenho um consultório e trabalho em uma prefeitura.
        Atuamente estou especializando em implantodontia. estou pensando em ampliar para uma clínica em uma cidade maior , onde houvesse uma maior procura por implantes dentários. só que não sei onde? vc tem alguma sugestão ?

        • Oi Gustavo, você mesmo pode fazer uma pesquisa nos sites dos CRO estaduais e descobrir cidades com um numero maior de habitantes e que podem valer a pena você montar um consultório maior.
          Presto serviços de Coaching que acredito que podem lhe auxiliar nesta decisão.
          Fico a disposição.
          Abcs
          Marcos rocha

  4. Bom… Eu estou ainda no segundo ano do E.M e desde já estou seriamente procurando uma profissão e pesquisando bastante. Me deparei com a odontologia e me apaixonei, me identifiquei muito, porém de uns dias pra cá venho pesquisado sobre o mercado de trabalho e tenho me decepcionado um pouco, pois está muito saturado e as pessoas desvalorizam muito esta profissão. Não tenho uma boa base escolar e por isso se fizer odonto terá que ser em uma faculdade particular, ou estudar alguns anos de cursinho para passar numa pública, mas não quero ‘perder’ tempo, quero logo me formar e trabalhar. Vejo também que os gastos com os materiais são bem altos e isso acaba desestimulando alguns estudantes, pois assim como alguns destes pensam, eu quero logo obter um retorno, trabalhando em qualquer área da odonto. Com tudo isso e com a crise que o Brasil está enfrentando, o que você me diz sobre o mercado de trabalho da odonto? Já pensei tbm em fazer fármacia, porém não consegui me identificar, mas acho que seria um curso que não gastaria taanto como na odonto e me daria mais lucros, pois é uma área muito ampla. Quero sua ajuda, qual você acha melhor? Odonto ou fármacia?Quero trabalhar com o que amo, mas tbm quero trabalhar numa área que tenha área, entendeu?

    Agradecida.

  5. Andre essa é uma decisão que irá alterar todo o rumo de sua vida, por isso deve ser muito bem analisada. Decisão quer dizer fazer uma escolha, e toda escolha tem seus ganhos e suas perdas. A cada momento tomamos decisões e elas são analisadas rapidamente e vamos adiante. No seu caso você tem que se projetar lá em 2035, como você quer estar? Sei que é complicado, mas se decidir ser dentista vai perder um monte de oportunidades como biomedico e se decidir ser biomedico vai perder as oportunidades da profisssao dentista, mas nas duas vao haver ganhos. Logo a decisão tem que ser muito bem analisada e depois de tomada, ir adiante sem culpa ou medo de ter errado.
    Decidir é isso.
    Desejo boa sorte a você e depois conta pra gente.
    abcs

  6. Tenho 44 anos, já sou formada mas queria começar a cursar odontologia. Como seria isso em termos de preconceito? Qual sua opinião e experiência sobre uma situação assim. Obrigada

  7. Estou indo para o terceiro ano do ensino médio e gostaria de saber se o senhor acha que o nome da faculdade vai contar para a minha carreira profissional? Pretendo fazer UspBauru por ser a melhor, publica e perto. Mas eu vejo tantas pessoas fazendo particulares menos reconhecidas, e penso se elas podem se dar melhor doq eu por terem dinheiro para abrir logo um consultório top…

    • Paula, uma boa faculdade pública com certeza lhe dá vantagem competitiva já de saída, mas ser um bom dentista vai além. Conheco ótimos dentistas que se formaram em escolas públicas e outros que se formaram em escolas particulares, logo o caminho para o sucesso depende não da faculdade que você faz mas sim de como você usa o conhecimento e treina suas habilidades para se destacar como dentista.
      Boa sorte em sua caminhada.
      Marcos Rocha

  8. Olá, suas dicas e sua visão são excelentes!!
    Gostaria de saber o que você pensa sobre os centros radiológicos
    acha que mesmo com a tecnologia do rx digital presentes em alguns (por enquanto poucos) consultórios vale a pena montar um centro radiológico?
    na minha cidade não tem e os pacientes não gostam de sair da cidade para fazer panorâmicas por ex.
    já estimei os custos e são altos (150 mil com aparelhos e reforma), vc vê futuro para um centro radiológico em uma cidade com 25 mil habitantes, cerca de 30 dentistas e sem nenhum centro de radiologia?

    • Kamila sou altamente suspeito para emitir opinião a esse respeito pois sou radiologista e ex-proprietário de clinica de radiologia. Acho a radiologia um mercado altamente promissor, mesmo começando com um investimento alto.
      O mercado é sempre aquecido para bons profissionais e empresas que usam a inovação a seu favor.
      Abcs e boa sorte.

  9. Olá professor Marcos Rocha, bom eu estou no 5° período de Biomedicina, porém apareceu uma oportunidade para eu cursar Odontologia, tenho 20 anos e gostaria de saber sua opinião, devo transferir ou seguir com a Biomedicina?

    Obrigado, espero resposta!

    • Puxa Matheus, que pergunta difícil. E são tantas variáveis a analisar que seria no mínimo irresponsável eu opinar em sua decisão.
      Acho que seria interessante você passar por algumas sessões de Coaching de carreira e decidir com mais segurança, afinal é uma decisão que vai alterar todo o curso de sua vida.
      Abcs
      Marcos Rocha
      Ps. leia meu site sobre coaching – http://coachingparadentistas.com.br , talvez lhe ajude em sua decisão.

  10. Bem em primeiro lugar não sou muito adepto ao conceito "pop". Acho que esse tipo de abordagem denigre nossa profissão.
    Acho que uma clínica com um padrão legal, com preços acessíveis ao público alvo das classes mais baixas, tem sim espaço, mas sempre seguindo os padrões de qualidade e atendimento com ética. Fuja da abordagem mercantilista e terá sucesso em Odontologia e até ficará rico, mas o mais importante conseguirá dormir tranquilo. Boa sorte.

  11. Oi Marcos td bem? Me formei no.final de 2014, e uma amiga,advogada, conversou comigo e me convidou para montarmos um clínica pop no centro da cidade, inicialmente com 4 cadeiras, o.que você acha? Como está o mercado? E qual o custo inicial para isso? Vc me indica alguma.leitura para programar tudo isso?

    • Bem em primeiro lugar não sou muito adepto ao conceito “pop”. Acho que esse tipo de abordagem denigre nossa profissão.
      Acho que uma clínica com um padrão legal, com preços acessíveis ao público alvo das classes mais baixas, tem sim espaço, mas sempre seguindo os padrões de qualidade e atendimento com ética. Fuja da abordagem mercantilista e terá sucesso em Odontologia e até ficará rico, mas o mais importante conseguirá dormir tranquilo. Boa sorte.

  12. Boa noite, estou no ultimo ano de Odontologia, e sei que é uma profissão maravilhosa a se seguir, muito gratificante de todas as formas, mas estou muito em duvida do que fazer depois que terminar a faculdade, as vezes penso em fazer especialização, outras vezes penso em um mestrado, e também em abrir um consultório logo de cara, são tantas opções que quando acho que me decidi em uma delas, mudo de ideia no outro dia… Com vocês também foi assim? O que me aconselham?
    aguardo resposta, obrigada

    • Samantha “se conselho fosse bom não se dava, vendia”, já dizia o ditado.
      Você precisa sentir primeiro o que é ser dentista e então descobrir que caminho seguir.
      Logo sugiro que você se forme e comece a exercer a odontologia, clinicamente mesmo e ai descobrir qual caminho seguir.
      Espero que seja feliz na odontologia que é uma profissão maravilhosa.
      Forte abraço
      Prof. Marcos Rocha

  13. Olá, montei um consultório junto com ah minha esposa que é dentista, acabamos investindo alto e ficamos sem um capital de giro, esta aberto ah 7 meses e o movimento tah muito fraco, presumo que pela falta de investimento em divulgação. Mas gostaria de saber alguma dica sua nesse caso que possa ajudar ah alavancar o movimento!

    • Pois é Felipe, com certeza um negócio novo precisa de capital de giro e de investimento em publicidade para sua divulgação inicial.
      Se existe restrição de verba pense em alternativas que você possa fazer sem gastar muito ou quem sabe até gastando zero.. Quer exemplos?
      Redes Sociais como o facebook quando bem utilizadas podem trazer ótimos resultados a médio prazo.
      A curto prazo sugiro pequenos investimento em anúncios no Facebook e google adwords. Com investimentos a partir de 5 reais por dia voc6e já consegue configurar uma campanha no facebook, mas existem algumas regras importantes para não extrapolar a verba, tome cuidado.

      Boa sorte e depois volte aqui e conte para gente o que consegui fazer e o resultado.
      abcs
      Marcos Rocha

  14. Primeiramente gostaria de lhe parabenizar pela escolha do assunto! Sou aluno de odontologia estou no 7° semestre e no inicio eu entrei pois meus pais fizeram muito gosto! Fiz o vestibular sem imaginar passar! E passei em 8° lugar ai começei o curso. Nos primeiros 3 semestres eu era muito novo! E nao levava a faculdade tão a serio, mais amadureci, e percebi que e uma grande profissão! Dinheiro e bom… mais oque vejo e que tem muita gente que se forma e não tem o “tino” de ganhar dinheiro… tem professores meus! Que são especialistas nas mesmas coisas um e muito bem de vida! E o outro vive ralando! Entao acredito que e dificil é… mais para um profissional capacitado e acima de tudo diferenciado, sempre a lugar no mercado de trabalho. Se deus me permitir daqui a 1 ano e meio estou formado! E assim que terminar a minha graduacao quero me especializar em implantodontia e ficar RICO KKKKK brincadeiras a parte! “A diferença entre o sucesso e o fracasso é a dedicação” nao adianta lamentar ique ja foi feito! Mais vc pode mudar oqie ainda esta por vir… foi isso que pensei qd estava no 3° semestre e hje estou quase me formando e agradeço a meus pais! Porque na epoca que a pessoa tem menos maturidade 17..18 anos… ela tem q fazer a escolha de sua vida.. e eu tive a oportunidade de ter pessoas experientes que me deram a direção certa! Abraco

  15. Pingback: Como ser um Dentista Próspero e outras coisas para o ano novo!

  16. Olá.. Vou me formar no 2º grau este ano, e pretendo prestar vestibular no ano de 2014 para Odontologia (Meu grande sonho). Enfim, por eu não ter esse dinheiro todo, mesmo se passar numa universidade federal, rsrsr… Tenho medo de não conseguir terminar, por não ter condições.
    Contando que não tem como trabalhar já que é período integral. O que me dizzzz????? :((

  17. Boa noite Marcos!
    Estou a prestar vestibular agora no final do ano em odontologia, quero muito fazer na usp por ser publica, ser mais perto e claro, é usp..
    Eu fiz um ano de design mas decidi abandonar porque não daria dinheiro.. enfim, meu pai é dentista há 15 anos e esta vivendo muito bem, se especializou em bucomaxilo e confesso que 50% do motivo de eu optar por odonto é por ele já estar engajado na área. Eu queria fazer medicina, mas por situações adversas não pude nem tentar :/ Como estou ficando velha e já vivi muito em situações precárias, acho que esse é o melhor caminho agora.
    O Sr. acha que quando temos alguém na família, aliás a familia paterna inteira na área odontológica, fica mais fácil de alcançar o sucesso profissional? Eu penso em me especializar na área de implante dentário, uma vez que a população brasileira está ficando cada vez mais velha. Meu pai está sempre muito ocupado e não conversamos muito sobre isso, as únicas coisas que ele me disse é que você não consegue ser rico sendo dentista rs.
    Bom é isso, gostaria de uma opinião! Agradeço desde já! Abraços!

  18. Pingback: Dez dicas para ter sucesso em odontologia (e na vida!)

  19. Olá! Estou em dúvida entre dois cursos e um deles é odontologia. Gostaria de saber o quanto eu gastaria com os aparelhos em cada semestre. Só irei fazer odontologia se for compatível com o meu orçamento. Obrigado

  20. Olá sou estudante do 2° período de odontologia da universidade estadual de meu estado, muito boa. Mas meu problema é mais pessoal, pois meus pais tem um certo conforto financeiro, não nos encaixaríamos como ricos ou classe A, mas como classe média alta, eles obtiveram sucesso na área do direito, assim como o resto de minha família, tios e etc. Eu sempre tive aversão a esta área, sempre gostei de áreas biológicas, até que no ensino médio escolhi ser um cirurgião dentista. Bom, passei no vestibular, estou cursando e gostando do curso como estudo, mas a questão é que meus pais me cobram que eu seja melhor do que eles na questão profissional e financeira, e isso me incomoda pois desde que entrei venho me desiludindo com o curso, na questão de se tratar de um curso extremamente caro com relação aos materiais, e na própria questão do mercado de trabalho, por exemplo, em minha cidade, moro na capital, é possível encontrar um consultório odontológico a cada esquina, então fico na duvida se devo persistir na odonto ou trocar de área, para medicina ou mesmo direito, enquanto ainda tenho tempo.
    PS: tenho 18 anos.

    • Rodrigo , legal seu comentário.
      Sua história é interessante e reflete algumas coisas que infelizmente são comuns aos jovens de nosso país.
      Como você diz, tem 18 anos e já teve que decidir por uma carreira que irá trilhar, a princípio, pelo resto de sua vida. Acho isso complicado, pois é uma grande decisão e nem sempre o jovem com 16, 17 ou 18 anos tem o dicernimento suficiente do que quer.
      Vemos que você “sofre” uma certa pressão de seus pais, é uma cobrança legitima pois coom certeza eles querem que você seja bem sucedido como eles foram, mas isso acaba lhe trazendo desconforto.
      Você tem razão quando diz que há um consultorio em cada esquina, mas já contou quantos dentes ou quantas bocas ou quantos sorrisos tem ai ao seu redor?
      Concorrencia existem em toda profissão, direito, medicina, engenharia etc.. Uma coisa eu posso lhe afirmar com os poucos (20) anos que tenho de odontologia, quem é bom, quem faz a odontologia com amor, dedicação acaba se destacando. Mas isso não é só em odontologia é em qualquer carreira.
      Por isso meu conselho é que voc6e siga a sua convicção, siga o seu coração e não pense em quanto vai ganhar ou se vai ter concorrência quando se formar e sim se você está feliz com o curso, se ele atende suas expectativas e anseios. Leia: As duas faces da concorrência em odontologia
      Tenho certeza que a partir do momento que você conseguir esclarecer estas questões e se sentir realizado( seja como estudante, seja quando dentista – quando se formar) seus pais irão lhe apoiar e ficarão felizes com a sua decisão.
      Desejo boa sorte a você

  21. Sou estudante de outro curso e, aos poucos fui vendo que não era o curso que queria pra mim. Meu sonho é fazer odontologia e estou lutando para que vire realidade. O seu texto foi de extrema importância, pois me motivou ainda mais a persistir, pois não adianta apenas sonhar sem colocar em prática. Sei que as dificuldades existem, mas os que se destacam e correm atrás, estes saem na frente! Ótimo texto, obrigado!

  22. MARCOS ESTOU COM 27 ANOS E ESTOU PENSANDO EM COMEÇAR A FZER A FACULDADE DE ODONTOLOGIA,SO ESTOU ME ACHANDO UM POUCO ACIMA DA IDADE,OQUE VC ME DIZ SOBRE ISSO?AFINAL COMECAREI ANO QUE VEM E ESTAREI COM 28 JA.

  23. Estou com 53 anos e fiquei fã do seu artigo e como ele discute sobre fazer um bom dinheiro. Tenho uma pergunta ou duas sobre isto. Como se pode tornar-se cheio da grana, se o preço das ações está diminuindo e a caderneta de poupança rende bem pouco? Qualquer ajuda é com certeza bastante bem-vinda. Grato!

    • Oi Juliana, que legal que gostou do artigo.
      Bem a economia do Brasil esta realmente dificil de se entender. Tenho tomado alguns sustos em meus investimentos, mas tenho ficado na minha, ou seja procurado nao mexer em aplicações e tentado mira o longo prazo. A bolsa é uma caixinha de surpresas e a estratégia correta é entrar na baixa e sair na alta. Dificil é saber quando estes momentos estao realmente acontecendo. A poupança com a recente alta da inflação tem se mostrado um porot seguro, pelo menos para repor as perdas. Os fundos DI e Fundos de investimento imobiliário, podem também ser boas opções, mas tudo sempre no longo prazo.
      Mas quer saber minha opinião mesmo, acho que se você puder investir em Imoveis, com preços baixos algo do tipo oportunidade e em sua empresa (consultório de odontologia) ainda é o caminho mais sensato.
      Uma boa dica é ler o ebook do rafael seabra que pode lhe ajudar a esclarecer um monte de duvidas como fez comigo
      e-Book Como Investir Dinheiro – Rafael Seabra
      O lugar dificil de se ter estabilidade é esse nosso Brasil.
      Abcs e boa sorte

  24. O ‘Ficar rico’ está intimamente ligado à acumulação de riquezas.

    É Por isso que o Gustavo Cerbasi disse que a riqueza não depende do quanto ganha mas do que faz com o dinheiro ganho.

    Abração!

  25. Parabéns – Belíssimas e proveitosas considerações. Gostei muito. Nunca devemos acreditar em contos de fadas………..

  26. Oi colegas! Primeiramente Parabéns Marcos por dividir seu conhecimento e por nos incentivar. São textos de visão e empreendedorismo q são muito importantes para abstrairmos do “cariecentrismo”.
    Gostaria mesmo é de deixar um depoimento aqui aos colegas que estao sem entusiasmo. Durante a faculdade muitas vezes os custos do instrumental nos faz pensar como investimos tão mais do que outros universitarios em seus cursos. Quando nos formamos e vamos para o mercado de trabalho sem um diferencial a dura realidade mostra que nao vamos ter o salario q sonhamos….
    Bom, durante a faculdade passei muitas dificuldades… passei semanas só com a comida do R.U no estomago (era bolsista). Enfim me agarrei a cada oportunidade estagios, atividade extra para enriquecer o curriculo. Hoje sou formada a 5 anos e pra mim q aprendi a economizar cada centavo acho q nao ganho pouco: 9000, 00. A dica q dou é siga em frente e sempre relacione-se bem com seus colegas. Abco

    • Dani fico feliz pelos seu comentário elogioso.
      Adorei o termo “cariecentrismo” 🙂
      Sua trajetória assim como a minha e de diversos colegas prova que ainda há eapaço não só em odontologia mas para todos os profissionais que se dedicam de coração a sua carreira.
      Lutar para se formar e depois se dedicar com amor a construir uma carreira com certeza vai conseguir sucesso.
      Boa sorte a obrigado pela seu comentário

  27. Priscila : nossa como vc ainda nem se formou e já esta arrependida dis que ganha migalhas ? TODAS as profissoes as q já n estão irão ficar saturadas um dia o que conta e ralar mt estudar correr atras tem uma noçao basica de marketing e fazer de td pra ser o melhor entre os melhores (y’

  28. Quanto mais eu invisto em materiais para o meu o meu curso, mais eu fico feliz, pois a odontologia ampliou os horizontes e as minhas expectativas em relação a minha própria pessoa. Realmente sei que não sera facil a minha vida como dentista mesmo depois de formado, e já estou buscando alternativas como cursos de especialização e atualização, os valores que eu já investi prefiro não pensar e sim no que ainda estar por vir.

  29. Acho que depende muito de cada um, são em pessoas que não ficam estagnadas que temos que nos espelhar, o problema de muitos dentistas e outros profissionais é estagnar na profissão, com uma graduação, uma especialização, nunca se recicla, não faz nada da vida e quer ganhar rios de dinheiro com o minimo, assim fica dificil pra qualquer profissional… tem que correr atrás… pelo menos todos os dentistas que eu vi que tem grana correu atrás tem mestrado, doutorado e os frustrados estão ali naquela, sentado na clinica de segunda a segunda reclamando… já sabemos que ser dentista não é só restauração e extração… tem muitas coisas que não só dentes para explorar, se especializar… ânimo galera, qualquer profissão requer dedicação, ficar rico da noite pro dia só ganhando na mega sena o resto tem que batalhar… não pode parar de estudar nuncaaaa… fica a dica…

    • Martha concordo completamente com você. Conheço casos de irmãos que os dois fizeram a mesma faculdade, inclusive na mesma sala. Hoje um está muito bem e outro está em uma condição lastimavel. Odontologia como qualquer outra profissão depende do esforço pessoal de cada um. Ficar rico sem trabalhar, como você frisou muito bem, só ganhando na mega sena e como nunca ganhei nada nem em rifa de igreja, optei por trabalhar duro desde os primeiros tempos e hoje consigo ver o resultado.
      Obrigado por seu comentário e volte sempre.

  30. Pode ter a dica que for, nunca existiu e nunca existirá dentista rico, a não ser que ele já nasça rico. Estou arrasada de arrependimento desse curso, um custo altíssimo para uma migalha de retorno, só de material dói a alma de pensar quanto já gastei, é triste, infelizmente não dá mais pra desistir já gastei horrores.

    • Priscila, infelizmente não concordo com você. Talvez o momento que você está atravessando lhe leve a tirar conclusões que neste momento podem parecer definitivas, mas acredite : Há luz no fim do tunel. Tenha confiança em você e na carreira que escolheu, ela com certeza pode lhe trazer ainda muita felicidade e dinheiro caso você se dedique integralmente e de coração.
      Boa sorte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *